Arquivo para ‘Web’ Categoria

Feliz 2011

Veja uma sugestão de 9 Coisas para Você Fazer em 2011:

Vídeo-Mensagem-de-Ano-Novo

Qual Propaganda Dá Certo?

A aids é uma assassina em massa

Imagem de Hitler em campanha contra a AIDS gera polêmica na Alemanha.

Eu vi uma notícia bastante polêmica: a entidade humanitária, a ONG alemã Regenbogen tentou lançar uma campanha de prevenção contra a AIDS utilizando imagens dos ditadores Adolf Hitler, Josef Stalin e Saddam Hussein (Yahoo Notícias). Com o lema “A AIDS é uma assassina em massa“, a campanha procura alertar sobre o perigo da doença.

Realmente é quase surreal que no país que foi berço do nazismo alguém tenha tido a coragem de criar uma campanha como esta. Por aqui, no Brasil, temos a Desencannes que já produziu centenas de propaganda que não chegam nem ao atendimento. Portanto, estamos bem acostumados com o politicamente incorreto na publicidade. A campanha da Regenbogen está longe de ser simplesmente politicamente incorreta. Chega a ser inconsequente e inconcebível.

A ONG Deutsche Aids Hilfe (DAH) exigiu a suspensão da campanha considerando que é uma das “piores campanhas” de prevenção contra a doença já realizadas, porque compara os infectados pela doença com assassinos em massa. Na opinião da DAH, as “repugnantes” imagens, nas quais um dublê de Hitler pratica sexo com uma jovem, ofendem todas as vítimas do nazismo e prejudicam a prevenção contra a AIDS.

Em outras palavras, o que estes publicitários alemães pensaram que estavam fazendo? Será que tinham consciência que esta era uma campanha de mau gosto? Não sou publicitário, mas classifico propagandas pelos seguinte tipos:

  1. Normais – a maior parte do que se passa na TV é isso.
  2. Morais – igual a história infantil: passar uma lição de moral e decência.
  3. Politicamente corretas – tudo certinho para agradar a todos
  4. Criativas – são as premiadas, nos faz sorrir, nos emociona, ninguém esquece e ainda sai comentando. São polêmicas por si só.
  5. Críticas – o próprio nome já diz: ela põem em cheque alguma convicção, pré-conceito ou paradigma. Geram polêmica, reflexão e discussão.
  6. Politicamente errada (humor negro) – Através de uma mistura da Propaganda Criativa e Propaganda Crítica, a politicamente incorreta quer ser mais do que polêmica, quer ser escrachada ou que simplesmente insultar.
  7. Enganosa – pura mentira, caso de polícia, Procon.
  8. Imorais – Só transparece o pré-conceito, a intolerância e a falta de bom gosto de seus criadores.

A boa comunicação não é só transmitir uma boa mensagem que transmite, mas como ela é entendida. Então eu pergunto: Qual destes tipos de propaganda dão certo? E respondo: Por incrível que pareça, todos estes tipos dão certo, o que não significa que você  associará a sua marca a uma propaganda politicamente errada, enganosa ou imoral. A comunicação entendida por uma propaganda politicamente errada, enganosa ou imoral pode ser bem assimilada por uma minoria e as vezes é este o intuito dos autores.

Dica: Associação do Picasa e WordPress

Esta é a dica do dia: Se você tem muitas fotos, quer divulgá-las em seu blog WordPress sem sacrificar o espaço da sua hospedagem, basta ler este post.

Dos Jetson a SofTV

jetsonsLembro-me quando era criança (e isso não faz muito tempo) quando passava o desenho animado dos Jetsons. Fica vendo o George Jetson conversando por um videofone com a Jane, Judy e Elroy. O mais engraçado é que esta é uma realidade que já é possível para milhares de pessoas.

O que é melhor: Redes Sociais ou Grupos de Discussão?

Redes SociaisJá estou no Orkut, Facebook, Twitter, MySpace e em dezenas de redes sociais. Hoje mesmo na seção “Atividades da Web” do meu Windows Live, verifiquei que há outras dezenas de redes que eu nem sabia existir. O número de redes sociais tem aumentado na mesma velocidade que as dúvidas sobre a eficácia na união de pessoas pela Internet. Será que elas estão apenas reunindo-as futilmente? As pessoas estão realmente qualificando seus relacionamentos ou esta busca frenética de colocar a cara na Rede não é “dar a cara a tapa” nos núcleos tradicionais de relacionamento? Não estamos empobrecendo nossas relações, nos tornando mais superficiais?

Concorrente ou Cocôrrente

Lições e reflexões de um diretor comercial de uma empresa de hosting.

A primeira lição que eu tirei do boxe foi: Respeite seu oponente, pois se você estudar seus movimentos e falhas, poderá vencê-lo. A segunda lição foi: Nunca subestime os baixinhos e aparentemente mais fracos que você, pois eles poderão estudar seus movimento e falhas e poderão vencê-lo.

Na administração de empresas, aprendi que estas lições também valem no mundo corporativo, de livre iniciativa e livre concorrência. Contudo, não é preciso nocautear o concorrente fisicamente, mas ofertar melhor que ele, explorando seus defeitos e posicionando melhor sua marca, criando estratégias de barreira à concorrência, entre outras práticas administrativas.

Na área comercial, onde atuo, você tem que gostar de competir. Tem que mostrar quem você realmente é de melhor. Tem que mostrar e ressaltar os defeitos da concorrência e exaltar suas virtudes. Tem que ser competitivo, mas tem que jogar segundo as regras. Jogar segundo as regras dos ringues adaptadas as carteiras das faculdade de negócios.