Arquivo Mensal abril/2010

Licitação de TI é bom?

Oportunidade: Licitação para Desenvolvimento de Sites do Governo de Goiás

Um amigo meu da Secretaria Estadual de Cidadania e Trabalho do Governo de Goiás entrou em contato comigo para pedir ajuda. A Secretaria abriu licitação para empresas de desenvolvimento de sites e por mais incrível que pareça, está com dificuldade para achar empresas que participem da licitação.

O principal entrave não são os R$ 45.000,00 oferecidos, mas encontrar profissionais e empresas certificadas. Não basta, por exemplo, deter conhecimento em PHP. É preciso comprovar certificação em PHP.

O Edital pode ser conferido pelo site htt://cidadaniaetrabalho.goias.gov.br e ou para download diretamente pelo CONVITE N.º 002/2010 – SECT. Leia o edital, verifique se você tem as qualificações necessárias e, se você tiver interesse, entre em contato comigo que eu passarei a ficha de inscrição.

Normalmente, o profissional de TI que busca certificação está de olho na carreira pública ou oferta de grandes empresas de TI. Fora isso, o profissional, invariavelmente busca o conhecimento de forma informal como autodidata. As evoluções tecnológicas não acompanham velocidade da oferta de entidades certificadoras. Como buscar, por exemplo certificação em API para iPhone ou Android? Mesmo as grandes empresas de computação preferirão profissionais talentosos à apenas certificados.

Todo ano, centena de alunos se formam no SENAC com certificado de PHP, mas o problema é de comunicação entre eles e o Governo. Apesar do Portal ComprasNet (www.comprasnet.go.gov.br) tentar fazer esta ponte, comunicando licitações e qualificando a iniciativa privada à prestação serviços, as empresas de Tecnologia da Informação em Goiás ainda não tem cultura de buscar oportunidades no Governo.

Não é só uma questão de comunicação. É uma questão cultural e de interesse. Enquanto o Governo procura certificação (comprovação teórica), o mercado procura portfólio (comprovação prática) e empresas de TI procuram oportunidades no mercado (recompensa financeira). Através do portfólio de serviços já executados e pela quantidade empresas atendidas, as empresas de TI as empresa de TI se destacam. Fica de fora deste círculo de interesse o Governo. É mais fácil o Estado contratar o profissional certificado via concurso público, do que contratar uma empresa de TI.

Os governos poderiam mudar o critério de análise, pois dificilmente as empresas de TI pararão para o Governo que acha mais importante certificados de papel do certificados de competência no mercado através do portfólio. Sendo assim o ComprasNet continuará atendendo ao Governo de Goiás para a busca de empresas e profissionais operacionais, como manutenção predial, segurança, alimentação etc, menos TI.

E mesmo que finalmente haja empresas com profissionais certificados, ela vão querer Mas o Estado não fica refém desta situações e, voltando ao caso da Carta Convite N.º 002/2010 – SECT, caso não haja empresas suficientes para fazer a licitação, será feita a contratação direta do primeiro profissional que comprovar certificação.